Cuidando das plantas

Desde que nos mudamos para esta casa passei a cultivar plantas pois sempre tive vontade mas não tinha espaço suficiente. Assim que chegamos, minha mãe me deu uma mini roseira, tão linda e tinha rosas de várias cores, e uma samambaia (um clássico). Se essas plantas sobrevivessem, eu investiria nesta arte. A samambaia ainda existe, está linda e cheia!
Salsa e Samambaia

Já a roseira foi assassinada pelo nosso cachorro, inclusive até a muda que estava numa batata, ele comeu a muda e a batata. Ele também comeu um manjericão, o alecrim, o mastruz e outros temperos.
Minha filha desde bebê gosta de plantas pois ela sempre frequentou a casa da minha mãe, que possui uma plantação que vai de salsa à abacaxi. Quase todos os dias ela acompanhava a avó para regar as plantas e retirar a quantidade que seria usada para a comida. Conforme foi crescendo, passou a se interessar mais em cuidar das plantas.
Ela sempre me ajuda nas regas, nas podas, retirando folhas secas e no plantio, e fica encantada ao ver o nascimento de uma flor. 
Nossa palmeira areca

Há um tempo atrás até plantamos feijões no algodão e ela morreu de nojo ao vê-los brotar, mas o nojo passou quando ela viu as plantinhas crescendo. Antes ela arrancava as flores e folhas mas agora já sabe que não pode fazer isso, então só pega uma flor quando ela cai sozinha.
Cebolinha, alho e manjericão
Das plantas que tenho, uma parte foram dadas pela minha mãe, outras eu comprei na Holambelo (Lugar lindo! Ela amou a variedade de plantas e as cores!) e o restante plantamos. Para uso pessoal temos também cebolinha, salsa, manjericão, morango, alho, gengibre e pimenta. Flores temos violeta e begônia, para paisagismo temos a camedórea elegante e a palmeira areca. 

Em cima: Cebolinha, alho e camedórea elegante.
Em baixo: pimenta e gengibre, manjericão e hortelã
Tínhamos um girassol anão que murchou e está em processo de secagem. Assim que soltar as sementes, vamos plantar em outros vasos. Veja aqui o trabalho que ela fez com as pétalas do nosso girassol.
As plantas ensinam as crianças a ter responsabilidade e entender que elas dependem do seu cuidado e zelo para a sobrevivência e assim como nós, elas precisam ser alimentadas e bem tratadas. O contato com a natureza é de extrema importância.

Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.
1 Coríntios 3:9

Nenhum comentário:

Postar um comentário